quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Minha estranha loucura

Me perco na tristeza de meus sentimentos. Me enlouqueço na loucura dos meus pensamentos. Me encontro nos momentos mais simples. Me esqueço completamente de tudo quando estou com você. É você que me atormenta em todas as horas do meu dia, é por sua culpa que eu fico assim. Até durmindo eu fico a sua procura. Aquilo que me causa dor é meu remédio para a cura.

Maíra Cintra

Um comentário:

Edward de Souza disse...

Olá Maíra!
Os dias rolam rapidamente, pouco tempo nos separa do derradeiro instante do final do ano. Oportunidade para uma reflexão, mesmo breve. Um ligeiro balanço sobre as ações que empreendemos e o trabalho que realizamos. Verificar o esforço desprendido e, após, fazermos profissão de fé no próxima jornada que haveremos de percorrer.

Precisamos juntar os sonhos, separar quais os possíveis e transformá-los em realidade e seguir adiante. A vitória é possível para todos os que usam a arma da determinação, da vontade, daqueles que não se deixam levar pelas dificuldades. Cada obstáculo transposto é motivo de alegria.

FELIZ ANO NOVO!

Edward de Souza